Uma marca:
KEY Training & Consulting
Você está aqui:  KEY School Visite também:  KEY Corporate Ir para a entrada:  KEY Training & Consulting
Mais informações
(2ª a 6ª) 9h30 - 13h00 | 14h30 - 18h00
Porto
(+351) 22 510 33 10
Lisboa
(+351) 21 726 18 99
Email geral
geral@key.pt
Key School Formação Áreas de formação Saúde
(SASC) Secretariado Clínico
 
 
Enquadramento
Os clientes criam as primeiras impressões sobre uma empresa através da forma como são atendidos. A recepcionista é, geralmente, o primeiro contacto com a empresa, sendo um elemento essencial de Relações Públicas. Saber atender contribui decisivamente para a consolidação de uma imagem de qualidade e de competência de uma empresa. O secretariado clínico deve também contribuir eficazmente para a organização e controlo do trabalho administrativo, nomeadamente no âmbito da gestão da informação, de comunicação e de imagem organizacional.
 
Objectivos Gerais
Este curso visar dotar os participantes com os conhecimentos, competências, métodos e instrumentos que conduzam a uma eficaz gestão do serviço do secretariado e do apoio clínico e médico.
 
Objectivos Específicos
No final deste curso os formandos deverão ser capazes de:
- Compreender e redigir correctamente o vocabulário médico;
- Adequar os seus comportamentos às diferentes situações com utentes e profissionais de saúde;
- Desempenhar adequadamente a função técnica de Secretariado Clínico;
- Organizar e gerir o tempo;
- Comunicar eficazmente: Comunicação escrita e telefónica.">">
 
Destinatários/Pré-Requisitos
Este curso destina-se a secretárias, telefonistas, recepcionistas e todos os profissionais que sejam responsáveis pela função de secretariado clínico. Público em geral.
Este curso não apresenta requisitos de acesso.
 
Modalidade de Formação
Formação de actualização/ aperfeiçoamento.
 
Forma de Organização da Formação
Formação presencial.
 
Conteúdos Programáticos
1. Regulamentação e legislação vigente relativa aos diferentes estabelecimentos de saúde (2 Horas)
1.1. Sistema Nacional de Saúde e organização do Serviço Nacional de Saúde (SNS);
1.2. Unidades prestadoras de cuidados de saúde e tipos de estabelecimentos hospitalares;
1.3. Organização das principais estruturas: aspectos essenciais de gestão e financiamento;
1.4. Instâncias de decisão e relações estabelecidas com a tutela;
1.5. Sistema de segurança social e outros subsistemas de saúde: regime geral e outros regimes;
1.6. Organização administrativa.

2. Posicionamento ético e deontologicamente adequado (2 Horas)
2.1. Direitos e Deveres dos Utentes (legislação em vigor);
2.2. O Gabinete do Utente (encaminhamento);
2.3. Sigilo profissional: noção de sigilo, violação do segredo, punições, sanções;
2.4. Limitações de acesso ao Processo Clínico individual dos doentes.

3. Vocabulário médico: compreensão e redacção correcta (2 Horas)
3.1. Principais termos usados para identificar as células, tecidos, órgãos e sistemas do corpo humano, bem como, o seu funcionamento;
3.2. Identificação de forma sumária dos tipos de patologias mais prevalecentes;
3.3. Conhecimentos ao nível dos exames complementares de diagnóstico mais frequentes – para que servem e como são feitos (exames imagiológicos, biopsias, análises sanguíneas e da urina, exames bacteriológicos e citológicos, etc.)

4. Adequação de comportamentos às situações de relacionamento com os diferentes profissionais de saúde, pacientes e seus familiares (2 Horas)
4.1. Etapas de uma boa comunicação;
4.2. Imagem de profissionalismo e qualidade;
4.3. Aspectos-chave do bom acolhimento: recepção e encaminhamento (questionar, informar e orientar);
4.4. Capacidades pessoais de relacionamento interpessoal face aos diferentes interlocutores;
4.5. Diferentes manifestações de violência e agressividade: aspectos que as desencadeiam, análise e justificação do porquê de determinadas condutas; enfrentar situações de conflito e gestão de reclamações;
4.6. Imprevistos e Ser Pró-activo.

5. A função do Secretariado Clínico na vertente técnica e psicológica (2,5 Horas)
5.1. Desempenho a nível de missões, tarefas e competências profissionais;
5.2. Níveis e graus de responsabilidade;
5.3. Exigências, preocupações e expectativas dos diferentes interlocutores;
5.4. O papel de interface: interagir com os superiores hierárquicos, colegas de trabalho, doentes e seus familiares e outros profissionais de saúde.

6. Organização e gestão do tempo (2,5 Horas)
6.1. Eficiência, produtividade e qualidade do trabalho;
6.2. Problemas de organização do trabalho;
6.3. Estilo de organização dominante e implicações práticas (localização dos principais desperdiçadores do tempo);
6.4. Obstáculos pessoais a uma boa organização pessoal e gestão do tempo;
6.5. Planificação da actividade e distinção das prioridades segundo o grau de urgência e importância das tarefas;
6.6. Instrumentos de organização e simplificação das tarefas;
6.7. Critérios de organização dos arquivos (tipos de informação e suportes físicos; ciclo de vida dos documentos/processos clínicos; operações de tratamento documental e controlo dos movimentos);
6.8. Sistemas de classificação e domínios de aplicação; o plano de arquivo;
6.9. Gestão do espaço físico: posições e meios de sinalização.

7. Eficácia na Comunicação Escrita (2,5 Horas)
7.1. Situações profissionais que recorrem à escrita: os diferentes tipos de texto;
7.2. Análise de cada situação escrita com método: técnicas de análise de conteúdo (cartas, circulares, notas internas, ofícios, memorandos…);
7.3. Construção do texto, selecção e ordenação das ideias com coerência: redigir para ser lido e compreendido (definir objectivos a alcançar; enriquecer o vocabulário);
7.4. Princípios de coesão, clareza, coerência e concisão exigidos ao texto profissional;
7.5. Optimização da apresentação, considerando as normas portuguesas.

8. Relação Telefónica (2,5 Horas)
8.1. Telefone como instrumento privilegiado de relações públicas e veículo de imagem;
8.2. Expressões a evitar, expressões a usar;
8.3. Diagrama de procedimentos na emissão e recepção de chamadas: anotar e transmitir a informação com clareza e precisão
8.4. Informação e sigilo profissional;
8.5. Casos difíceis: analisar as situações; adequar as perguntas; concluir com êxito.
 
Metodologias de Formação
- Expositiva;
- Interrogativa;
- Demonstrativa;
- Activa.
 
Critérios e Metodologias de Avaliação
Avaliação Diagnóstica: aplicada no início do curso;
No final do curso o Formando irá avaliar:
- Formador;
- Acção de Formação;
- Entidade Formadora.
 
Recursos Pedagógicos
- Manual de apoio à aprendizagem;
- Textos de apoio;
- Apresentações multimédia (PowerPoint).
 
Espaços e Equipamentos
Sala tipo "escola".
- Projector de vídeo;
- Quadro Branco.
 
Condições Gerais
  • A Key School reserva-se ao direito de não realizar as acções de formação sempre que não seja atingido o número mínimo de 6 participantes;
  • Os cursos Key School destinam-se a Clientes Particulares e Clientes Empresariais sediados em território nacional;
  • Garantia de realização da acção de formação: Se pretender desde já garantir a realização da acção de formação basta que no momento da inscrição indique nas observações que pretende essa garantia. Implica o pagamento de 6 inscrições;
  • Valores isentos de IVA.
  • Para validação da inscrição, pagamento de 30% do valor total do curso.
 
Descontos
A partir do ano 2017, será atribuído um desconto de 5% no valor total de curso, aos formandos Key School que já frequentaram formações anteriores (apenas aplicável a formações 2017).
 
Próximas ações
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro
 
 
Área de formação
(SASC) Secretariado Clínico
Tipo de cliente
Empresa
Particular
Local
Porto
Lisboa
-
Segurança *   9 + 1 =  insira o resultado



Para mais informações preencha o formulário:
 
 
KEY school
Key school   Inscrições   Formação   Emprego   Notícias   Contactos
Termos de utilização
 
newsletter
Para receber e ficar a par das novidades faça a subscrição
Receber news da Key school
Áreas de Formação
  Siga-nos nas redes sociais
 
KEY Training & Consulting © 2014. Todos os direitos reservados.
Ao usar este website, está a aceitar a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e apresentação de anúncios.